16° CONTINGENTE SD.RONALDO R.MARQUES FREITAS - TEXTOS E FOTOS


Meu Embarque com destino ao Canal de Suez
 

Embarque para Suez - Despedida Família

Integrante: SD FREITAS
Navio: NT Ari Parreiras.
Local: Porto do RJ.
Data: 09 de Janeiro de 1965



Exatamente às 6 horas da manhã do dia 09/01/965 já formados no "2º Regimento de Infantaria" -"Dois de Ouro"(Vila Militar) embarcamos nos caminhões tropa em direção ao Cais do Porto do RJ e, se me lembro bem, fizemos uma parada em frente ao Ministério da Guerra ( Av. Pres. Vargas) para uma solenidade relâmpago de despedida do País rumo à Missão no Oriente Médio.

Ás 8.30 hs. desembarcamos no cais, deixamos a bagagem (saco de viagem) nos alojamentos do navio e em seguida fomos liberados para a despedida calorosa com uma mistura de vibração junto à família e amigos e a "saudade" já apertando... mas sentindo acima de tudo "a importância do momento " que marcaria para o resto de nossas vidas , pois, eu fui um dos escolhidos a representar meu País em missão tão honrosa junto às Forças de Emergência das Nações Unidas (United Nations Emergency Force) na Faixa de Gaza -Egito.

Já embarcados, o adeus da partida ao som da valsa de despedida e ao apito do NT Parreiras em direção ao Porto de Recife- Pernambuco , 1ª escala da viagem .

Os melhores momentos...

Momentos de descontração em alto mar - Freitas(centro) Esquerda(Nelson) Direita(Roger)

Chegada no Porto do Recife em 13/01/65 a impressão que dava quando descemos do navio é que ainda estávamos embarcados, tudo balançava , e saímos para aproveitar a folga e conhecermos a cidade, ir ao correio pegar e levar correspondência , a saudade já era grande!!

Fomos fotografados na cidade pelo "Jornal de Pernambuco" e anunciados em seu 1ºcaderno da chegada do BTL 16º à capital Pernambucana e da missão no Orinte Médio. Ficamos 3 dias desembarcando e embarcando aproveitando o máximo dos momentos de entretenimentos e, dentre eles, a famosa escapada às Boates entituladas de "Pensão".Mas, como não podia ser diferente, soldados de licença sempre aprontam e depois de muitas "Biritas" e desafogadas de Gansos, um dos companheiros resolveu subtrair algumas peças íntimas das raparigas e levar consigo dentro da túnica da farda, pois já estava na hora de retornar ao navio e véspera da partida. Aconteceu que quando ao subir na rampa do NT Parreiras e prestar a continência ,só Deus sabe como, e ir para o descanso merecido do guerreiro, o soldado esqueceu que estava recheado de calcinhas e "SEUS tiões" transbordando pela sua túnica chamando atenção do Oficial de Dia o qual o enquadrou para elucidar aquela gravidez aparente do soldado mamado.

 

 

A Viagem- Nt Ari Parreiras



Na madrugada de 16/01 exatamente às 5.30 hs levantamos âncoras rumo ao porto de Las Palmas na Espanha e a soldadesca estava animada para a continuação da viagem , no dia 17/01 às 13.30 hs passamos em frente , bem próximo à Ilha de Fernando de Noronha e neste momento muitas gaivotas saudavam nossa aproximação batendo suas asas e com seus gritos característicos sobre o convés do navio.

No dia 18/01, houve toque de silêncio sendo lançado ao mar duas coroas de flores em homenagem aos náufragos do Cruzador Bahia que foi abatido na 2ª Guerra Mundial naquele local em que estávamos passando.

No dia 22/01 por volta de 14hs todos estavam '"convidados "a participar da" Festa do Rei Netuno o Rei dos Mares"( Na travessia do Equador) para tal , o traje era calção de banho, festa esta representada por fantasiados de rei e rainha e seus pupilos comemorada com um Carnaval à bordo regado à duchas de água salgada. O ponto alto desta comemoração era o Famoso Batismo do Rei Netuno com farinha, óleo e água e todos eram fiscalizados pela "patrulha do Rei "para serem devidamente batizados e ai ..daquele que não fosse..Ahr.!!!!!!! Mas, o ponto hilariante desta história, foi para nossa surpresa os trajes usados pelo Rei Netuno , Rainha e seus Pupilos(marinheiros fantasiados) ou seja, vestidos com as famosas peças íntimas confiscadas do nosso soldado guerreiro quando do seu retorno ao NT Ari Parreiras citado acima em meu relato sobre as raparigas da Pensão..Foram muitas gargalhadas!!!!

Dia 24/01- chegada a Las Palmas- "Grand Ilhas Canarias" Espanha e partida às 5.30 hs da manhã de 25/05.
Continuando viagem, avistamos a 3 milhas de distancia as Costas da África, eram 10 horas da manhã do dia 25/01.
O frio começou a chegar em alto mar, os cobertores e luvas já se faziam necessários, dia 27/01 por volta das 8hs de um lado já avistávamos bem a Costa Africana (Marrocos, Casablanca ,Ceuta etc..)e do outro o Continente Europeu, pois, justamente estávamos entrando no "Estreito de Gibraltar"o qual separa os referidos Continentes e onde já se faz notar o grande tráfego de navios de várias Bandeiras.

Dia 29/01- chegada a Marseille- França eram 10hs quando atracamos em um bonito cais e em seguida fiz parte de um voluntariado para levar a correspondência da tropa para ser remetida para o Brasil, fomos ao correio e em seguida também ao Consulate General du Brésil apanhando encomendas vindo do Brasil.Tivemos oportunidades de visitar alguns pontos turísticos como a "Catedral de La Garde" de onde deslubramos uma bela paisagem da cidade ; O Chateau D'if ( Castelo de Monte Cristo) localizado em uma ILha ; a casa onde morou Luis XIV que depois funcionou a Escola de Medicina.

Uma das nossas escalas...do NT ARI PARREIRAS


Em seguida partimos em direção a última escala e ponto final do Nt Ari Parreiras e ao longo deste trajeto tivemos aulas do Idioma que iríamos em breve necessitar , ou seja, um pequeno vocabulário em árabe para nos defender ao início da Missão.

Dia 05/02/1965 a grande chegada a "Port Said" era uma sexta feira pela manhã, o navio era muito observado pela população local e quando lançava ancoras de repente, tivemos árabes comerciantes locais e ou gatunos subindo pelas amarras da ancora e sendo afastados pelos fuzileiros, os seguranças do NT Ari Parreiras ; foi meio assustador como recepção, as grandes emoções começavam a acontecer no Oriente!!
Tivemos que esperar para desembarcar e somente a tarde, às 18 hs embarcamos em um Trem partindo em direção a Faixa de Gaza, atravessando o deserto ; uma noite e madrugada bem tensa e ansiosa para chegarmos ao destino onde iríamos dar início ao grande desafio.
E finalmente na manhã do dia 06/02/1965 desembarcamos na faixa de Gaza e fomos recebidos no PC do Batalhão Brasileiro onde houve a passagem de comando do 14º BTL para o 15º BTL permanecendo a partir deste momento no BTL Brasileiro na faixa de Gaza o efetivo do BTL 15º intitulados como "Os Antigos" e o efetivo do Btl 16º denominados "Capetas" e que passariam ao comando como Antigos após seis meses de missão.

FIM

Relato elaborado: SD FREITAS 16º Batalhão SUEZ.

Para: <alceu.batista@batalhaosuez.com.br>
De: "ronaldo" <rfreitas@unisys.com.br>
Data: Fri, 03 Nov 2006 00:29:02 -0200
Assunto: Fw: Embarque/Viagem 16ºCONTINGENTE DO BTL.SUEZ.
 


VOLTAR