9º Contingente - Wantuil Alves dos Santos


Divulgação do resumo de um Guerreiro. 

Visite o site do companheiro Wantuil  www.novidadesfotograficas.com.br 


Cópia da "Carta ao artista Jó Soares"

 

Rio de Janeiro, 18 de Novembro de 2003.

Ao artista:

JÔ SOARES

                         Eu, Wantuil Alves dos Santos, aposentado após 30 anos de serviço periculoso como operador de sistema elétrico, na LIGHT S/A, onde galguei todos os cargos da carreira, tendo sido contemplado com o cargo de Assessor do Superintendente de Operação da Empresa, como prêmio de capacidade e desempenho profissional.

                           Como cidadão, sou casado, tenho quatro filhos, sendo dois casais e três netos (dois meninos e uma menina).

                          Da vida de caserna, carrego comigo com grande orgulho, memoráveis épocas. Reservista de 1ª categoria em 1960, em 1961 fui selecionado para compor o 9ª contingente do Batalhão Suez, 1ª Força de Paz da ONU, do qual o Brasil fazia parte, no Oriente Médio, juntamente com mais nove países: Canadá, Dinamarca, Noruega, Índia, Suécia, Colômbia, Finlândia e Iugoslávia, missão que durou dez anos, de 1957 a 1967, quando ocorreu a Guerra dos seis dias entre Israelenses e Palestinos.

                          Jô, desta missão, que é orgulho de todos nós “Boinas Azuis”, tiramos muitos proveitos os quais vieram somar aos nossos dias, pois o sofrimento da árdua missão: calor, saudade dos entes queridos, campos minados, patrulhamento na extensão da ADL á noite e durante o dia, postos de observação, ao longo da fronteira (Linha de Demarcação de Armistício), com aproximadamente cem quilômetros que eram  feitos pelos dez países da missão da ONU.

                           Nosso efetivo era composto de 6.025 homens, com duração de dez anos de missão, em 20 contingentes, tendo partido do 2ªRI, com a denominação de “III do II RI., BTL. SUEZ”.  Nós, Boinas Azuis, Prêmio Nobel da Paz de 1988

                          No ano de 1995, participei de uma delegação, que com a intenção de festejar os 50 anos de criação da ONU, retornamos ao local de nossa atuação, após 38 anos de Ter pisado pela primeira vez naqueles desertos entre  Israel e Egito e mantido a paz entre aqueles países durante dez anos.

                          A delegação era composta de vinte e duas pessoas, sendo dezessete boinas azuis e cinco esposas dos integrantes, como presidente da Associação do Batalhão Suez na  época, fui o Chefe da Comitiva representando o Brasil e fomos recebidos com honras militares pelas autoridades locais e pelo povo israelenses e palestinos, para documentar os memoráveis momentos tiramos muitas fotografias.

                           Jô, das fotos tiradas, ocorreu-me a idéia que as mesmas deveriam ser preservadas para não acontecer o que hoje ocorre freqüentemente, ou seja, por falta de identificação acabam sendo rasgadas e vão para o lixo, destruindo muitas das vezes um passado de uma grande história. Assim, montei um projeto, o qual patenteei e hoje tenho uma linha pronta para entrar em fase comercial, que por falta de verba, não foi possível ainda alcançar  a mídia, sem a qual é impossível o sucesso do produto. (Site:www.novidadesfotograficas.com.br)

                           Envio-lhe tais materiais de minha autoria, e peço-lhe uma ajuda para divulgação ou orientação, estando também a disposição para quaisquer outros esclarecimentos sobre a MISSÃO SUEZ.

Atenciosamente:  

WANTUIL ALVES DOS SANTOS

TEL: (21) 3899-4914 / 9793-1501...RJ


 " E LEMBRE-SE: BOINA AZUL A MISSÃO É ETERNA !!! "

" A MELHOR HOMENAGEM AOS IRMÃOS MORTOS É DAR ASSISTÊNCIA AOS IRMÃOS VIVOS!!! " 

" SAUDAÇÕES VETERANAS !!! "


VOLTAR