Homenagem Sargento Luiz Walter Zanon 20º Cont

Enviado por Theodoro

02-07-2017

Homenagem ao então Sargento- LUIZ WALTER ZANON  Boina Azul do Btl.Suez – 20º Contingente –

Transferido para a Reserva na graduação  CAPITÃO-R/1

 

Cap Zanon, aqui uma breve retrospectiva da sua vida pessoal , que, aliás, foi pautada por benquista, abençoada e ótima personalidade. Você foi um militar de “Escol”, o qual mesmo depois de transferido para a Reserva Remunerada continua fiel ao espírito de caserna.

Um cidadão capaz dotado de grande senso de dedicação e responsabilidade, fiel ao espírito cristão. Posso acrescentar, com a certeza que sua história na vida Militar e na ASMIRE autorizam dizer, que muitos feitos notabilizaram e continuarão a marcar, com idêntico e amplo brilho, a trajetória de nosso homenageado.     Serviu na Missão de Paz da ONU, na Faixa de Gaza, no ano de 1967. Foi protagonista da do conflito entre árabes e judeus, Guerra dos seis Dias.  Antes de eclodir aquela Guerra, O Cap zanon cumpria rigorosamente ordens  militares na Missão. Integrava o 2º Pelotão da 7ª Cia. (Pelotão Santa Catarina) – Foi atleta de destaque nas Olimpíadas da UNEF –mai de 1967. Conquistando medalhas nas competições de velocidade.

  Em 5 de junho 1967 irrompeu-se a Guerra dos Seis Dais. Israel que se sentia ameaçado, atacou e arrazou tropas do Egito que com seu aparato militar estavam estacionadas por toda Península do Sinai, ameaçando a soberania dos judeus.

  Foi acontecimento fulminante que destruiu em pouco tempo as forças egípcias. NO confronto soldados do Btl.Suez foram surpreendidos e ficaram entre fogo cruzado, ameaçados de perigo de morte iminente. Naquela confusão generalizada e sem entender devidamente o porque de tudo aquilo. Com denodo e muito esforço conseguiram sobreviver, apesar da morte de um cabo brasileiro que foi atingido por uma bala. Um brasileiro, nascido em nossa querida Ponta Grossa fazia parte do 20º Contingente e presenciou os horrores de uma guerra que teve morte de milhares de pessoas por toda Faixa de Gaza e Península do Sinai. E agora estamos aqui para poder abraça-lo e prestar nossas homenagens, justamento no Dia em que se completa 50 anos daquela Guerra que pôs fim a Primeira Força de Paz da ONU. O nosso Cap LUIZ WALTER ZANON, que já presidiu a ASMIRE por Seis anos consecutivos, na missão Suez era graduado como 3º Sgt, Ele foi testemunha e personagem daquele inesquecível episódio histórico mundial, e nos dias de hoje nos conta como foi sobreviver do episódio de horror e constrangimentos de uma guerra. Aquele cheiro horrível de pólvora no ar e da decomposição de corpos dilacerados fizeram parte do choque emocional do terrível confronto bélico. Nossa continência e nosso cumprimento de louvor ao Cap Zanon extensivo a todos os asmireanos, brasileiros que um dia integraram o Batalhão Suez

 

Abaixo um boletim sobre as competiçõesÍADAOLIMPÍADAS

Jogos Olímpicos - Maio/ 1967

OLIMPÍADAS  DA UNEF

Dentre as várias atividades da Missão Suez, damos sempre referência ao destaque da importância das competições esportivas que aconteciam, anual-mente e paralelamente, às atividades militares da Missão de Paz no Oriente Médio e Faixa de Gaza.

E uma dessas competições que sempre eram desenvolvidas e aguardadas com expectativas por soldados de todos os Países que integravam a UNEF.   Oportunidade em que toda tropa da UNEF, conviviam alegremente e esportivamente, fazendo assim uma perfeita e fraterna integração social de todos os países que lá prestavam serviço militar, em prol da Paz Mundial.

(UNEF - Spring Games - 1967) Ou para os Brasileiros a "Olimpíada da UNEF".
   E neste caso do ano de 1967 e do 20º contingente, tiveram um registro muito especial pela importância esportiva dos fatos que ficaram marcados para sempre na história de toda UNEF. Todos os soldados ficavam ansiosos pelo início da Olimpíada, tanto os atletas que dela participavam, bem como da grande e entusiasta torcida que se formavam em torno nas pistas das competições.

Importantes as Olimpíadas da Primavera da UNEF em 1967 porque foram as últimas competições esportivas da UNEF na Faixa de Gaza, em que participamos na saudosa missão.

Local: Btl Indiano. Data de 6 a 8 de abril de 1967. Prova: 4x100 metros. Resultado: 1º lugar: Btl Indiano (46,8 seg), 2º lugar: Btl Brasileiro, 3º lugar: Btl Danor.Pode-se ver o Cb Vargas e o Sgt Zanon na equipe brasileira.

Fernando Vargas Neto - Cabo PC 7ª Cia- 20ºcontingente – Escreveu:

Corria o mês de maio de 1967 quando houve as Olimpíadas da UNEF., jogos que disputavam todos os países estacionados na Faixa de Gaza. Eu participava da equipe do Btl. Brasileiro como atleta de velocidade. Na época eu tinha o segundo melhor tempo do Batalhão nos 100 metros rasos.

O primeiro lugar era imbatível e pertencia ao Terceiro Sargento LUIZ WALTER ZANON que já havia sido campeão da modalidade desde a EsSA. Para a competição de 4x100 metros participamos eu, o Sgt Zanon e mais dois colegas. Conseguimos o segundo lugar ou seja medalha de prata.

O Sgt Zanon conseguiu ainda mais duas medalhas sendo 3. lugar nos 100 metros rasos e 2. lugar nos 200 metros rasos, ganhando um total de três medalhas sendo duas de prata e uma de bronze. Ganhamos as medalhas das mãos da esposa do General RIKHYE, comandante geral da UNEF.

PODIUM:- Prova de 100 metros rasos: Resultado: 1º lugar: Cb Stoen do Btl Danor (11,3 seg) , 2º lugar Cb Gian Singh do Btl Indiano, 3º lugar: Sgt Zanon do Btl Brasileiro.

Local: Btl Indiano. Data: 06 de abril de 1967. Cerimônia de Abertura das Olimpíadas de Primavera da UNEF. Equipe Brasileira na formatura.
Assunto: COMPETIÇÕES ESPORTIVAS NA FAIXA DE GAZA

Olimpíadas da UNEF realizadas em maio de 1967 no Batalhão Indiano na Faixa de Gaza.Na foto acima aparece o desfile da equipe Brasileira na cerimônia de abertura. O Sgt. ZANON, orgulhosamente, conduz a Bandeira.

Na foto acima estamos sendo premiados pelo segundo lugar no revezamento 4x100. A medalha está sendo entregue pela esposa do General Comandante da UNEF. O Sgt ZANON está recebendo a medalha e eu estou esperando minha vez sendo a quarto atleta à direita.

Infelizmente, apenas alguns dias depois, foi iniciada a Guerra dos Seis Dias com os acontecimentos que todos já sabem. Minha barraca foi saqueada pelos soldados israelenses que tomaram nosso Forte enquanto estávamos prisioneiros. De mim roubaram apenas um relógio e a minha "sagrada" medalha de prata dos Jogos Olímpicos da UNEF... Só quem foi atleta amador pode avaliar a perda de tal relíquia!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Voltar ao início