Batalhão Suez

The Blue Beret - Os Boinas Azuis da ONU

Brazilian Website of Veterans In United Nations Peacekeeping 

Site Brasileiro dos Veteranos das Forças de Paz da ONU

Created by Brazilians Peacekeepings Veterans  "In dedication to the soldiers of the United Nations, who gave their lives on behalf of peace".


Bem vindo ao Site da Paz!

 

Livros  


 

 

" Prezado Leitor, em especial os Boinas Azuis do Btl.Suez:

...Deleite-se com a leitura do Livro "Deserto dos Sonhos", escrito pelo Soldado 

Homero Queiroz - 13º Contingente. Trata-se de uma narrativa que traz uma essência

humana. A vida que o autor levou, antes durante e após o Btl.Suez, cuja leitura

proporciona oportunidade de aprender um modelo de vida".

 

 


 

Lançamento do Livro:

O Herói Esquecido

Informações para aquisição:

Telefones: (47) 9955 0132 / (47) 3366 7727

Balneário Camboriú - SC


Lançamento do Livro:

"BATALHÃO SUEZ: história, memória

 e representações dos soldados brasileiros."

Autor: Professor RICARDO ARRAES - Teresina-PI


Lançamento do Livro

Os Boinas Azuis no Oriente Médio

  

Adquira seu exemplar do Livro

Pedidos on line: www.livrariascuritiba.com.br

Um resgate histórico do Btl.Suez - escrito por Silvio Ribeiro – Cabo 10º Contingente

Para aqueles que desejarem comprar o livro via online, basta acessar  o site da Livrarias Curitiba.

>>>   www.livrariascuritiba.com.br  <<<


Lançamento do Livro

Memórias de Suez O Batalhão Suez

e Histórias de Paraibanos Ex-integrantes da UNEF - I

Caros Srs.

Sou filho de um ex integrante do Batalhão Suez do 8º contingente o senhor José Honório das Flores que reside na Paraíba na cidade de Bayeux cidade na região metropolitana de João Pessoa. Publiquei o livro contando um pouco a história de Suez e que também, a partir de cinco ex integrantes da missão, cinco paraibanos, o cotidiano e as implicações as memórias e a luta dos veteranos em geral são abordados no livro. O livro esta a venda pela PROTEXTO editora do Paraná. Ou por mim através do e-mail: honoriomagistro@hotmail.com

LINK PARA O SITE DA EDITORA

 http://www.protexto.com.br/livro.php?cod_livro=571

 

Atenciosamente e respeitosamente

Honório Flores Filho.


 

Lançamento do Livro: SERÁ QU VALEU A PENA ?

Escrito por DACILIO DE ABREU MAGALHÃES- 3º contingente.

===============================================

Livro sobre o Batalhão Suez:

SERÁ QUE VALEU A PENA?

Nesse livro pretendo mostrar aos irmãos de bandeira o valor do jovem brasileiro que sem preparo adequado, foi "jogado" no deserto do Sinai e mesmo passando fome, angustias, sede, frio e calor insuportáveis, cumpriu sua missão. Cada soldado, na sagrada missão de promover a Paz, exerceu sua função como um verdadeiro sacerdócio, participando da Primeira Força de Paz da ONU , uma das mais longas e mais importantes Operação de Paz da ONU. http://www.clubedeautores.com.br/book/133476--Sera_que_Valeu_a_Pena

meu livro “Será que valeu a pena” está registrado na Fundação Biblioteca Nacional e

foi editado em 18 de agosto último, pelo Clube de Autores, no Site com os seguintes dizeres:

“Nesse livro procuro mostrar que o integrante do Batalhão Suez teve que se desdobrar em dois,

 três e até em mais, dado a falta de efetivo condizente com a Missão recebida; teve que usar

toda sua criatividade em função do desconhecimento da área de atuação e ainda passou fome, sede,

 calor e frio insuportáveis. Conviveu com o fantasma da Guerra, prestou auxílio à população

 local, teve seu salário reduzido, trouxe sequelas e foi descartado quando do regresso ao Brasil.

Esse livro eu dedico exclusivamente ao Soldado da Paz, seja ele praça ou oficial, viva ele

 no Brasil ou no exterior. A homenagem que faço é ao militar pertencente a família das Nações

 Unidas, o Capacete Azul, aquele que não foi para matar e nem para mutilar seres humanos;

 que não destruiu cidades, que não dizimou famílias e nem colocou minas, muito pelo contrário,

expôs sua vida, apartou, socorreu e estendeu sua mão antes mesmo de apontar seu fuzil”.

Para Comprar Acesse o Site: www.clubedeautores.com.br

 ou pelo fone (11) 7729-2813 - Magalhães

um forte abraço a todos os amigos do Btl.Suez.

Dacilio de Abreu Magalhães - 3° Contingente


 

HISTÓRIAS DE SUEZ  -  28/08/2003 " Aventuras dos nossos soldados" de  STANS ZOUAIN FILHO  18º "A" Contingente 7ª Cia.do Btl.Suez 1966 / 1967   zouainsuez@uol.com.br
Todos nós seres humanos... desde o dia que nascemos... temos uma história, duas, três histórias ! Todos nós "Boinas azuis" além daquelas mil, temos mais uma... UMA GRANDE historia... composta de várias pequenas histórias! HISTÓRIAS DE SUEZ Companheiros Boinas Azuis Um grande abraço- Zouain   

AUTOR:
Fabiano Luis Bueno Lopes é Graduado, Mestre e doutorando em História pela Universidade Federal do Paraná. Desenvolve pesquisas em História Militar desde 2001, sendo autor de inúmeros artigos sobre o tema publicados em diversos periódicos no país.

SINOPSE:
O livro trata de aspectos relativos à memória histórica dos chamados Boinas Azuis, ex-participantes da I FENU (Primeira Força de Emergência das Nações Unidas) no Oriente Médio, força de paz criada para estabelecimento e manutenção da paz após a deflagração da Guerra de 1956 entre Israel e Egito. Os militares permaneceram na região até 1967, por ocasião do início da Guerra dos Seis Dias. Encerrada a missão, os jovens brasileiros retornaram para seu país, trazendo consigo uma experiência marcante que procuraram não esquecer. O trabalho buscou entender os elementos simbólicos construídos pelos veteranos do Batalhão Suez, nome pelo qual o contingente brasileiro ficou conhecido. Analisamos várias ações dos veteranos pertencentes a uma associação com sede em Curitiba e com vínculo com outras associações de Boinas Azuis espalhadas pelo Brasil, identificando aspectos relativos a formação de uma identidade comum aos indivíduos do grupo social, as maneiras como são lembradas as experiências, quais os objetivos presentes nos projetos da organização e de que modo ocorrem as relações com a sociedade, com o Exército Brasileiro e com o Governo.

Gostaria de informar a todos os amigos, colegas e demais interessados por História, o lançamento do livro de FABIANO LOPES, intitulado 'BATALHÃO SUEZ: Memória, história e representação coletiva', sobre a atuação de brasileiros na primeira Força de Emergência das Nações Unidas.

A distribuição está a cargo de Bárbara Vieira: tel. (41) 91132462 e em breve nas principais livrarias. Valor: R$ 25,00.

de Fabiano Lopes <flbl@ibest.com.br
data 26/04/2008 21:28
assunto LIVRO "BATALHÃO SUEZ" de FABIANO LOPES

Peacekeeping forces-Canada-Biography

CM . . . . Volume XII Number 3 . . . . September 30, 2005

Canadian Peacekeepers: Ten Stories of Valour in War-Torn Countries. (Great Canadian Stories).

Norman S. Leach.
Edmonton, AB: Folklore Publishing, 2005.
142 pp., pbk., $9.95.
ISBN 1-894864-36-0.

 

 

 

Subject Headings:
Peacekeeping forces-Canada-Biography.
Canada. Canadian Armed Forces-Biography.
Peacekeeping forces-Canada-History.

Grades 9 and up / Ages 14 and up.

Review by Thomas F. Chambers.

** /4

 

excerpt:

Canada's Lester B. Pearson led the negotiations that established the United Nations Emergency Force (UNEF) in November 1956. Pearson won a Nobel Prize for convincing the world that putting neutral military forces between the two opposing sides would be a way to ensure that the negotiated ceasefire held. It was a good idea but was missing an important ingredient-without the right leadership, the peacekeeping plan was doomed to failure.

Once again, the Canadian government turned to Lieutenant General "Tommy" Burns. Tommy was available, and with his UNTSO experience in both the politics and logistical problems of the region, he was the perfect choice. Speaking about the early days of the mission and how well Pearson and Burns worked together, J. King Gordon, public relations officer on the UNEFF staff, said, "Pearson's reputation for peacekeeping could not have been gained without this partnership."

--------------------------------------------------------------------------------------

Canadian Peacekeepers is divided into nine chapters covering Canadian peacekeeping missions in Egypt, Cyprus, Rwanda, Afghanistan and Yugoslavia and the careers of prominent Canadian peacekeepers. The latter include former Prime Minister L.B. Pearson and Generals Lewis Mackenzie and Roméo Dallaire.

     Since the genocide in Rwanda in 1994 and the publicity surrounding the UN mission there, General Roméo Dallaire has become Canada's best-known peacekeeper to the present generation of Canadians. Older readers will likely remember the contribution of Pearson who suggested the creation of a peacekeeping force at the time of the Suez Crisis in 1956. Their stories and those of the other noteworthy Canadians involved in peacekeeping are told with conviction. Reading them should instill a sense of pride in young readers.

     Because Canadian Peacekeepers is intended to be general recreational reading, it has few teaching aids and no illustrations, additions that would have increased its classroom value. While there are some book references and websites relevant to peacekeeping, there is neither an index nor a glossary. Neither are there any maps. While students can easily check the locations of the places mentioned in an atlas or via the Internet, maps in the text would have been a definite asset. The book also assumes a relatively sophisticated knowledge of world events that many adults probably do not have. Would 14-year-olds understand what is meant by the Cold War or why a UN mission was needed in Kashmir? Would they know who Archduke Ferdinand was and who the Huns were? A glossary or brief explanatory footnotes would have made the book more useful.

     There are two questionable statements in Canadian Peacekeepers. Leach suggests that the Liberal Party lost the 1957 election because the Liberal government was "widely blamed for not standing by Britain and France - the mother countries - during the Suez Crisis." While this may have been a factor in the government's defeat, history books usually claim that the government's arrogance, and particularly that of Minister of Trade and Commerce, C. D. Howe, during the "Pipeline Debate" of 1956, was the main reason. In addition, while France is indeed one of Canada's "mother countries" ties between France and her colony were severed in 1759 with the defeat of the Marquis de Montcalm by General Wolfe when New France became a British colony. By 1957 Canadians of French ancestry did not regard France with nearly the same affection as many English Canadians regarded Britain whose ties with Canada remained strong until recently.

     Author, Norman Leach graduated from the University of Manitoba with a degree in Strategic Studies. Before Canadian Peacekeepers, he wrote Great Military Leaders. His writing style is suitable for the intended audience. Apart from the oversight of not explaining the importance of terms like the Cold War, the text is easy to read.

Recommended

Thomas F. Chambers is a retired college teacher living in North Bay, ON.

To comment on this title or this review, send mail to cm@umanitoba.ca.

Copyright © the Manitoba Library Association. Reproduction for personal use is permitted only if this copyright notice is maintained. Any other reproduction is prohibited without permission.

Published by The Manitoba Library Association

de Theodoro da Silva Junior <theojr@terra.com.br>
data 19/07/2008 09:53
assunto CANADIAN PEACEKEEPERS BIOGRAPHY


 

Saiba mais sobre A Guerra da Palestina
A Guerra da Palestina
de André Gattaz (Doutor em História Social, USP)
Prefácio de Maria Aparecida de Aquino
Capa e projeto gráfico de Camila Mesquita
São Paulo: Usina do Livro, 2002. 240 p, 23 cm.
ISBN: 85-88964-02-3 / Preço: R$ 23,00
Compre o livro na Submarino

de Theodoro da Silva Junior <theojr@terra.com.br>
data 06/06/2008 20:19
assunto LIVRO - A GUERRA DA PALESTINA


 

O HOMEM QUE QUIS CONSERTAR O MUNDO
"SÉRGIO VIERA DE MELLO"

SEIS DIAS DE GUERRA

Visão Judaica - DESFAZENDO MITOS DO ORIENTE MÉDIO


Caros amigos: (por - Félix Maier)

Salamalico!
Nesses tempos em que aumentou consideravelmente o interesse das pessoas pelo islamismo, aproveito para transcrever um capítulo de meu livro “Egito – uma viagem ao berço de nossa civilização”, editado em 1995 pela Thesaurus. O texto aborda Os fundamentos do Islã. As obrigações do muçulmano, O cisma muçulmano e o fundamentalismo islâmico, Expansionismo muçulmano na atualidade, A intolerância islâmica, A mulher no islã, O final dos tempos, Alguns capítulos corânicos, A beleza das mesquitas e Algumas prescrições corânicas.
Espero que gostem, intchaalá (se Deus quiser).
Ma salama!

A RELIGIÃO MUÇULMANA

 


 

A GUERRA DOS SEIS DIAS

                                    

Quero aproveitar o ensejo e encaminhar para publicação no Site, as fotos da Capa - e Contra-Capa de mais um livro que conta história sobre " A GUERRA DOS SEIS DIAS" de inesquecível e triste lembrança para os soldados Brasileiros do Btl.Suez, que o digam o pessoal do 20º Contingente.AVISO IMPORTANTE AOS LEITORES em geral e em especial AMIGOS DO NOSSO SITE Batalhão Suez:- QUE O LIVRO " a guerra dos seis dias" PODERÁ SER ADQUIRIDO, VIA CORREIOS.Esse livro "A GUERRA DOS SEIS DIAS" escrito por A.J.Barker, - ´Pode ser comprado imediatamente. Basta o interessado mandar um e-Mail ao Senhor CARLOS A. TELES (Vendedor autônomo de Livros) pedindo informações de como adquiri-lo, pelo seguinte e-Mail:-guerra@telecomnews.com.br . Eu adquiri o livro recentemente da seguinte forma;-Encaminhei minha solicitação ao Sr. Carlos Telles, que repassou o nº da conta Bancária dele solicitando um depósito no valor de R$ 35,00. Logo em seguida encaminhei, via e-Mail ,cópia do comprovante de pagamento e após poucos dias recebia em casa o exemplar solicitado.Quem se habilitar que se apresse pois o estoque poderá ser limitado.

De: Theodoro da Silva Junior <theojr@terra.com.br> 
Data: 2/10/2005 (14:33:03) 


                                                

 

   

Livro "ORIENTE RAPAZ !" - A participação dos Capacetes Azuis brasileiros no Oriente Médio com 154 páginas ,escritos pelos jornalistas: Daniel Azevedo Duarte e Wellington Miareli Mesquita, retrata interessantes aspectos da história do Batalhão Suez. Colaboração DACÍLIO A. MAGALHÃES                                               


 

Artigo sobre o Btl. Suez

      

Caros amigos Boinas Azuis:
Há tempos estava buscando tempo para informá-los a respeito do artigo publicado no livro: DUPAS, Gilberto; VIGEVANI, Tullo. (Orgs.) "Israel-Palestina: a construção da paz vista de uma perspectiva global." São Paulo: UNESP, 2002.  
O artigo está na "parte III - O conflito visto do Brasil" com o seguinte nome e autora:  BREDA DOS SANTOS, Norma. "Dez anos no deserto: a participação brasileira na primeira missão de paz das Nações Unidas." p. 263 - 285. 
Trata-se de uma professora da Universidade de Brasília, com a qual mantive contato por um tempo para alguns esclarecimentos a respeito de sua pesquisa.  Abraços. 
Prof. Fabiano Luis Bueno Lopes.(Universidade Federal do Paraná) 
flbl <flbl@bol.com.br
Data: Sat, 24 Apr 2004 02:00:19 -0300

“ENSAIOS DE BIOLOGIA SOCIAL” 
de Josué de Castro - 4ºEdição 
Editora Brasiliense S/A – São Paulo 1968
XXII – O Brasil e o caso de Suez.

 


“BATALHÃO SUEZ...Fora de forma, marche! – Missão árdua ou tempo perdido? De Roberto Brenol Andrade (13º Contingente)  Editora Estante de Literatura ARI-CORAG - Associação Riograndense de Imprensa e a Companhia Riograndense de Artes Gráficas 


Foi o 1º Livro sobre a História do Batalhão Suez, lançado para conhecimento Público, desde outubro de 1985 é um sucesso, todos que tiveram a oportunidade de curtir aquela leitura ficaram maravilhados com as narrativas técnicas e de muito teor militar, que em muito engrandecem e relembram os momentos e as nostalgias de caserna, e foi muito bem retrata pelo Cel.Stelson, dando uma idéia geral de como era e como foi a convivência do pessoal do 16º e do 17º Contingentes na Faixa de Gaza. O que se pode fazer é também solicitar aos leitores, uma maior atenção as narrativas daquelas páginas, destacando que um grupo de Soldados brasileiros tomaram parte de um combate na Zona Restrita, ao longo da ADL, e é o único registro de combate dos soldados brasileiros naquela Missão. (Colaboração Theodoro.)
Contato - Senado Federal  - Consultoria Legislativa - Anexo II – Bloco B – 2º andar - 70165-900 – Brasília – DF - Telefone: Fax: (61) 311-4351 
E-mail: conleg@senado.gov.br - Horário de funcionamento: 8h30 – 18h30 (Colaboração do Heraldo)

“CONTINGENTES DO BATALHÃO SUEZ”  De Roberto Ferreira da Costa ( 10º Contingente)CEASP - Relação Nominal de todos integrantes do Batalhão Suez do 1º ao 20º contingente.


“NA FRONTEIRA DAS ILUSÕES" agora escrito pelo boina azul , Fernando Corrêa de Barros (13º Contingente - o mesmo do cabo BRENOLl). O livro é muito interessante e de bom nível, contendo as narrativas do Fernando Barros. 1º edição de 1998 pela Editora FCB Consult, contou com o patrocínio de GBOEx - Previdência Privada. 
barrosfc@pop.com.br  O endereço e telefone para aquisição:  Associação dos Integrantes do BTL SUEZ  Rua dos Andradas 904 conj 31 - Fone 51.32245382 -  Porto Alegre - RS  Você está convidado a visitar o site em que estamos divulgando nossas obras literárias: "Na Fronteira das Ilusões"", "Salve-se quem puder" e "Em Debate". O endereço é = http://www.bomlivro.com (sem .br)

 

ORIENTE MÉDIO ( Batalhão Suez)"
Capitão Capelão Dourado (Joaquim de Jesus Dourado "Nossos rapazes são filhos de um pais em marcha. Ainda não parou. É força estuante. É mocidade. Amarrar os pés de Garrincha seria crime imperdoável. Prender os músculos de nossa mocidade, obrigá-la a ficar esborrachada na areia, apática, semimorta, seria privá-la do direito de ter nascido num pais de liberdade. Se são irrequietos, alegres, lutadores, nossos rapazes, é deixá-los assim como nasceram. Ademais, são filhos dos trópicos, de sangue à flor da pele, e vivos como cabritos montanheses. Em nossa Pátria, quando um rapaz para, é porque está para morrer..." Magnífica resposta de um major do nosso simpático Batalhão Suez, a quem protestava contra as peladas e correrias de nossos soldados pela praia de Rafah.Palavras que traduzem fielmente a gostosa impressão que fica em nossa alma brasileira após "engolir" os rápidos e brilhantes capítulos deste novo livro de J.J.Dourado. Realmente. Talvez o sem querer, apenas descrevendo e comentando com singeleza e verdade afazeres e as folgas do nosso Batalhão Suez, juntamente com soldados de outras nações da ONU, o Autor nos faz amar mais a Terra em que nascemos e a liberdade em que vivemos. Dom precioso! Os soldados Iugoslavos que digam... Digam-no as mulheres do do velho Oriente, que valem menos que que uma galinha morta.... as mulheres soldados dos "Kibbutzim"... os indianos.... E como são interessantes e instrutivas as cenas do cotidiano daquele outro mundo. As mulheres menos queridas, e mais baratas que o camelos; a cândida inocência dos ladrões; o desfile de cidade e cidade, muitas delas bíblicas; os notáveis capítulos da visita ao Sinai. Outras facetas agradável destas páginas, é o sabor humano dos problemas e probleminhas de nossos patrícios, vivendo longe do Brasil; saudosos; inquietos; a cata de notícias; aventurando amores mal sucedidos; cantando, chorando, rezando, lutando, errando e acertando, mas sobretudo, conquistando sempre mais simpatias para nosso Brasil. Eis Oriente Médio; leitura leve, sadia, rica de ensinamentos, de beleza e de civismo. (Colaboração Theodoro)

VEJA O CAPÍTULO 12

 

 

Dirceu Vaz da Fonseca   7º CONTINGENTE , está comunicando o lançamento do livro "Um Mergulho no Passado".

"UM MERGULHO NO PASSADO"
escrito pelo Boina Azul - DIRCEU VAZ DA FONSECA - do 7º Contingente -"
- dá a entender que poderemos nos deliciar com narrativas de como eram os bastidores dos soldados brasileiros à serviço da Paz Mundial no Oriente Médio.

 
 

PARA AQUISIÇÃO DO LIVRO ACESSE:

Premius Editora e Gráfica

Maiores informações entrar em contato:

Dirceu Vaz da Fonseca Vaz da Fonseca 
dirceuvazf2@hotmail.com
 

 

 

         

(...)  Desta vez, valeu o empenho como uma outra agradável surpresa de saber que mais um dos nossos companheiros da Missão de Paz - na Faixa de Gaza. contempla nossa história com livro que ele mesmo escreveu. 
 
De: "Dirceu Vaz da Fonseca"  dirceuvazf2@hotmail.com
Para: theojr@terra.com.br
Data: Sun, 12 Oct 2008 17:15:29 +0000
Assunto: Fotos do livro "um mergulho no passado"
Oi Theodoro, aí estão as fotos do meu livro, e uma foto minha atual.

" A você leitor, que não esteve lá, saiba que o que encontrará neste livro é humanidade, respeito amor."  A você que esteve , bem, tire suas próprias conclusões. Chore, ria, recorde, relembre, reflita, reencontre aquele jovem idealista que você um dia foi, e que está ainda hoje dentro de você, por mais que você o esconda.  Obrigado, Stans Zouain Filho, pela  maravilhosa oportunidade de redescobrir o que fomos.  A pena é mais preciosa que a espada.Theodoro da Silva Junior - Cabo 9º Cia. Btl.Suez,1962

ENVIE-NOS COLABORAÇÕES SOBRE EDIÇÕES DE LIVROS SOBRE A HISTORIA DO BTL.SUEZ E DO ORIENTE MÉDIO  PARA DIVULGAÇÃO

VOLTAR