As pirâmides


M A S T A B A S

        Túmulos antigos dos Egípcios, que as chamavam de "Casas da Eternidade".
Eram tumbas na forma de tronco de pirâmide, típicas dos nobres do Antigo Império. As mais importantes encontram-se nas necrópoles de Gisé e Saqqara. Eram esculpidas nas rochas, no chão, abrindo-se uma abertura retangular, para sepultamentos, e em seguida eram cobertas com uma grande e super estrutura de tijolos e barro, As paredes eram decoradas com cenas retratando diversos aspectos da vida cotidiana, além do culto funerário, o que permite compreender com detalhes e com características especiais, e de caráter notável, os quais tinham nessas construções o intuito de evitar as violações e roubos das Múmias, e também das Câmaras sepulcral que continham relíquias e objetos de adorno, em verdadeiras e valiosas obras Artes, naturalmente cobiçados pelos ladrões. Além de estátuas, as mastabas incluíam a chamada porta-falsa: uma porta simbólica através da qual o espírito vinha receber as oferendas e víveres deixados pelos sacerdotes funerários.Nas Mastabas não haviam nenhum acesso para a Câmara Sepulcral, a partir do solo. 
 
- A partir das Mastabas evoluiu-se para as construções das Pirâmides.
   

 
A S   P I R Â M E D E S
        
        Eram as tumbas dos faraós. Sua função era abrigar o sarcófago do faraó até que sua alma voltasse ao corpo. O faraó era enterrado junto com seus móveis, jóias e outros objetos, pois pensava-se que precisaria deles na outra vida. Os arquitetos se inspiraram nas mastabas para criar as primeiras pirâmides, que, construídas com grandes blocos de pedra, perduram até hoje. No interior, havia diversas câmaras que se comunicavam por uma complexa rede de passagens. Esse labirinto se destinava a proteger a câmara do faraó dos saqueadores.Osíris, deus dos mortos, era um dos quatro deuses que se colocavam na câmara funerária. As pirâmides mais impressionantes são as de Gizé. 
                                                                 

 
 
                                                               

                                                                      Saqqara 

        A primeira pirâmide construída no Egito localiza-se em Saqqara, necrópole da cidade de Mênfis. Trata-se de uma pirâmide em degraus, construída para ser o túmulo do faraó Zozer, da 3ª dinastia, num projeto criado pelo genial arquiteto Imhotep. Tem 60m de altura.

                                                    
                                                                    
Meidum 

        O faraó Seneferu, da 4ª dinastia, teria ordenado a construção de 3 pirâmides. A mais antiga é esta em Meidum, que originalmente era composta em degraus, a exemplo daquela do faraó Zozer. Em grande parte desmoronada, resta o núcleo interno. Tem 92m de altura.


                                                    
                                                                     
Dashur 

        As outras duas pirâmides de Seneferu foram construídas em Dashur. Uma delas é chamada de romboidal, pois apresenta duas inclinações - resultado das dificuldades de construção e um possível desabamento. Tem 105m de altura.

                                                   
                                                                      
Gisé 

        As pirâmides de Gisé (Guiza) são todas de faraós da 4ª dinastia: Khufu (Queóps), Khafrá (Quéfren) e Menkaurá (Miquerinos). A mais alta é a de Khufu, que aparece ao fundo, com 137 m de altura. A de Menkaurá tem 65 m de altura.


                                                   
                                                                         
Gisé 

           A pirâmide de Khafrá (Quéfren) tem 126m de altura. No topo ainda pode ser visto parte do revestimento original em calcário branco, que cobria toda a gigantesca construção.


                                       
                                                                  
A esfinge 

        Em frente à pirâmide de Khafrá em Guiza está a famosa esfinge, com corpo de leão e cabeça humana. Provavelmente seja um retrato do próprio faraó, apresentado como guardião protetor da necrópole. Tem 20m de altura e 70m de comprimento. 


                                                  
                                                               
O barco real 

        Em 1954 foi achado ao lado da pirâmide de Khufu um fosso contendo um barco feito de cedro todo desmontado. Hoje pode ser visto, remontado, num museu ao lado da pirâmide. Com 47m de comprimento, serviria para o faraó acompanhar a jornada do deus-sol Rá pelo céu.

                                                  
                                                                      
Abusir 

        Na 5ª dinastia as pirâmides construídas não tinham, por razões econômicas, as grandiosas proporções daquelas de Guiza. Em Abu-Sir há as pirâmides de Sahurá, Neferirkará e Niuserrá, com altura, respectivamente, de 47m, 72m e 52m.


                                        
                                                      
   Os textos das pirâmides 

        Outra pirâmide da 5ª dinastia é a do faraó Unas, em Saqqara, com 43m de altura. Embora de dimensões modestas, sua importância é muito grande, pois as paredes internas foram cobertas com inscrições em hieróglifos que constituem o mais antigo exemplo de literatura religiosa: os Textos das Pirâmides, que tratam da vida do faraó no além túmulo e seu encontro com os deuses. Aparecem também nas pirâmides dos faraós e rainhas da 6ª dinastia. 


                   
                                         
Ilustrativo                                           As tumbas
                       

                                                                 


VOLTAR