DIA DA INFANTARIA

24 de Maio

VEJA SEMANA DA INFANTARIA


 

 

 

 

O Brigadeiro Antônio de Sampaio foi consagrado, em Dec. 51429 de 13 mar 1962, patrono da Arma de Infantaria, se destacando como bravo e modelar líder de combate, instrutor e disciplinador. Sua 3ª Divisão de Infantaria - a Divisão Encouraçada - teve seu glorioso encontro com a glória militar em 24 de maio de 1866, na Batalha de Tuiutí, a maior batalha campal travada na América do Sul. Nela, sua Divisão teve papel decisivo na vitória , o que não impediu que o Brigadeiro sofresse três ferimentos que lhe causariam a morte, em 6 de julho de 1866, a bordo do vapor "Eponina". Atesta o sacrifício o fato de sua heróica Divisão haver concorrido com 33% das baixas brasileiras neste dia, em razão de haver se constituído em ponto chave da defesa aliada.

Sampaio chegou ao Rio Grande do Sul ao final da Revolução Farroupilha, onde, no comando de uma companhia de Infantaria, estacionou quase 3 anos em Canguçu, como instrumento de consolidação da Paz de Ponche Verde e próximo de Piratini e Caçapava, antigas capitais da República Rio-Grandense (1836-45). A seguir Sampaio empenhou-se a fundo no comando sucessivo de batalhões e brigadas de Infantaria. Em pouco tempo, transformou-se num consumado condutor de homens, conhecedor profundo do terreno e mestre em adestrar e empregar a Infantaria.

Durante a guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai (1865-70), que fez como oficial general, teve atuação destacada até Tuiutí. Sobre o seu conceito e o de sua tropa escreveu em Reminiscências da campanha do Paraguai, Dionízio Cerqueira ,o maior cronista deste conflito e que foi integrante da Divisão Encouraçada e subordinado de Sampaio: "A idéia de eu passar para a Infantaria não me abandonava. Esta arma exercia sobre mim indizível fascinação. Quando passava um daqueles belos batalhões da Divisão Sampaio, a Encouraçada, de bandeira desfraldada, os pelotões alinhados, guardando bem as distâncias, marchando airosos e elegantes, ao som alegre de um dobrado vibrante, não me podia conter, e punha-me a marcar passo..."

Sampaio era cearense de Tamboril, onde nasceu em 24 maio de 1810. Morto heroicamente aos 56 anos, após sublimar as Virtudes Militares de Coragem, Bravura, Honra Militar e Desprendimento. Vive ainda na memória do Brasil, na alma do Exército e sobre tudo nas melhores tradições da Infantaria Brasileira que ele ajudou a forjar. Seus restos mortais repousam em mausoléu no Cemitério São João Batista, em Fortaleza - CE.

Fonte: Academia de História Militar Terrestre do Brasil
Fonte: IBGE teen
 

De: "Theodoro da Silva Junior" <theojr@terra.com.br>
Data: Fri, 23 May 2008 16:01:13 -0300
Assunto: ....HOMENAGEM AO DIA DA INFANTARIA


VOLTAR