MÚSICA - 9


“Bem que poderia ter sido um final de Missão mais natural, como aconteceu com os Contingentes anteriores”! A turma chiou, chiou, e o comando continuou a apertar, daí sem muita saída, o jeito foi levar a coisa na gozação (típico do soldado brasileiro). Alguns companheiros se reuniram e compuseram a seguinte música:


A situação no PC vai muito mal.

Já estão pensando que o soldado é animal.

A alvorada toca ali as 6 e meia.

Se atrasar, é que a coisa fica feia.

Más não mudou, continua às 6 e meia,

Chio! É cadeia!

 

Ali o pão já está racionado.

E um pedaço, e ovo é só comprado.

Mingau de aveia é só para graduado.

Se reclamar, você é logo anotado.

E ao “estrela’ você é encaminhado.

Reclamou! Repatriado!

 

Quanto ao serviço, não podemos nem falar.

Lá na guarita, não podemos mais ficar.

Mesmo chovendo, você tem que se molhar.

Somos infantes, temos que entrar em fria.

Porque o ‘homem’ veio da “Cavalaria”.

Resmungou! Repatria!

 

A ordem unida, já está iniciada.

E uma hora, logo após a parada.

E a japona, tem que ser embraçalada.

Passou daí, a faxina é começada.

Mas não tem nada, a Missão ta terminada.

Adeus! Capetada!

 

Extraído do livro HISTÓRIAS DE SUEZ
do Cb.Stans Zouain Filho – 18-A contingente
do Batalhão Suez – 1966/1967

VOLTAR