PEACEKEEPING ORIGINS ?

ORIGENS DOS SOLDADOS DA PAZ


(1/1) (1 / 1)

bossi : Bossi:

(I especially liked the quote about deterrence by Lester B. Pearson's son - it's unfortunate this gem will be lost in the hullabaloo)

(Eu gostei especialmente da citação sobre a dissuasão por Lester B. Pearson 's filho - é lamentável esta jóia será perdido no hullabaloo)

General, not Pearson, created peacekeeping, new book says

Outros, não Pearson, criado manutenção da paz, diz novo livro

Chris Wattie Chris Wattie - National Post National Post - Thursday, July 11, 2002

Quinta-feira, 11 de julho de 2002

Lester B. Pearson never formally claimed to have come up with the idea of UN peackeeping.

Lester B. Pearson nunca formalmente alegou ter chegado até com a ideia da ONU peackeeping.

A new book by a Canadian military historian says Lester B. Pearson did not invent peacekeeping during the 1956 Suez crisis, the international standoff that he won the Nobel Peace Prize for helping to defuse.

Um novo livro de um historiador militar canadense diz Lester B. Pearson, não inventar paz durante a crise do Suez 1956, o internacional standoff que ganhou o Premio Nobel da Paz para ajudar a aliviar.

In Canada and UN Peacekeeping, Sean Maloney, a professor at Royal Military College, says most of the credit for creating the first force of blue-helmeted United Nations peacekeepers should have gone to a little-known Canadian general.

No Canadá e Manutenção da paz da ONU, Sean Maloney, um professor da Royal Military College, diz que a maior parte do crédito para criar a primeira força de azul-helmeted paz das Nações Unidas deveriam ter ido para um pouco conhecido canadense geral.

Dr. Maloney argues that Lieutenant-General ELM "Tommy" Burns, a Canadian Army officer seconded to the UN, actually did the bulk of the work in creating the United Nations Emergency Force (UNEF) in 1956.

Dr. Maloney argumenta que o Tenente-General ELM "Tommy" Burns, um oficial do Exército canadiano destacado para a ONU, na verdade fez a maior parte do trabalho na criação da Força de Emergência das Nações Unidas (UNEF), em 1956.

"It is clear that the credit for the creation of UNEF has been somewhat misplaced," the book reads.

"É claro que o crédito para a criação de UNEF foi um pouco deslocada", o livro lê.

Since his death in 1972, Pearson has become an icon in the Department of Foreign Affairs. Desde sua morte em 1972, Pearson tornou-se um ícone no Ministério dos Negócios Estrangeiros. The ministry's main building in Ottawa is named after him, as is the Canadian International Peacekeeping Training Centre founded in 1994 by the federal government.

O ministério do edifício principal em Ottawa é nomeado depois dele, como é o Canadian International Peacekeeping Centro de Formação fundada em 1994 pelo governo federal.

And although he never personally claimed to have devised peacekeeping, politicians, diplomats and commentators have branded the practice a Canadian invention that he spearheaded.

E embora ele nunca pessoalmente alegou ter concebido paz, políticos, diplomatas e comentadores têm a marca prática um canadense invenção que ele liderou.

"Never, since the end of the last war, has the world situation been darker than during the Suez crisis," said the Nobel Committee when it presented Pearson with the 1957 Peace Prize, adding he is "the man who contributed more than anyone else to save the world at that time."

"Nunca, desde o fim da última guerra, a situação mundial tem sido mais escura do que durante a crise do Suez", disse o Comité Nobel quando se apresentou Pearson com o Prémio da Paz de 1957, acrescentando que ele é "o homem que contribuiu mais do que ninguém Para salvar o mundo naquele momento. "

But Dr. Maloney's book, which is scheduled to be released next week by Vanwell Publishing Ltd., says Pearson did not save the world all by himself.

Mas o Dr. Maloney do livro, que está programado para ser lançado na próxima semana pelo Vanwell Publishing Ltd., diz Pearson não salvar o mundo todo por si próprio.

"Although Pearson got the credit, there were other significant contributors as well," Dr. Maloney writes.

"Embora Pearson obteve o crédito, havia outros importantes contribuintes tão bem", escreve o Dr. Maloney.

"Burns implemented a vague idea emanating from New York and produced a workable force on the ground, even though his suggestions for such a force had been rebuffed a year earlier."

"Burns implementada uma vaga idéia provenientes de Nova York e produziu uma força operacional no terreno, apesar de suas sugestões para essa força tinha sido rejeitado um ano antes."

UNEF was created in response to a French and British invasion of the Suez Canal near the end of 1956.

UNEF foi criada em resposta a um francês e britânico invasão do canal do Suez perto do final de 1956.

The vital waterway had been seized by Egypt but was the object of continued fighting with the Israeli army.

A vital navegável haviam sido apreendidos pelo Egito, mas foi objeto de combates prosseguiram com o exército israelita.

Pearson, then minister of external affairs, was a key player in diplomatic manoeuvring at the UN, Dr. Maloney writes, including the resolution that authorized a multinational force.

Pearson, então ministro dos assuntos externos, foi peça fundamental na manobra diplomática na ONU, Dr. Maloney escreve, incluindo a resolução que autorizou uma força multinacional.

But the book says Gen. Burns, who died in 1985, was the man who actually shaped UNEF and eventually led it into the disputed canal zone.

Mas o livro diz Gen. Burns, que morreu em 1985, foi o homem que realmente moldada UNEF e finalmente conduziu-o para o canal zona contestada.

In November, 1956, Gen. Burns drew up recommendations for the UN force and, the book says: "[UN Secretary General Dag] Hammarskjold consulted General Burns extensively on the organization of the UNEF."

Em Novembro de 1956, Gen. Burns elaborou recomendações para a força das Nações Unidas e, o livro afirma: "[secretário-geral da ONU Dag] Hammarskjold consultado Outros Burns extensivamente sobre a organização da UNEF."

Without Gen. Burns, the force might never have gotten off the ground, Dr. Maloney writes, noting that the Egyptians originally objected to Canadian peacekeepers because of their historical links to the British Army.

Sem Gen. Burns, a força nunca poderia ter obtido fora do terreno, o Dr. Maloney escreve, observando que os egípcios inicialmente objeções aos Canadenses da paz devido às suas ligações históricas com o exército britânico.

Egypt, however, "really wanted General Burns to run UNEF because he was fair and impartial."

Egito, no entanto, "realmente desejava Outros Burns a correr UNEF porque ele era justo e imparcial."

The peacekeeping force was the first large-scale UN operation of its kind, although there had been two earlier UN military observer missions in Jerusalem and the Kashmir.

A força foi a primeira operação de grande escala das Nações Unidas da sua espécie, embora tivesse havido duas anteriores missões da ONU observadores militares em Jerusalém e no Caxemira.

It was also the first to wear the now familiar blue helmets and UN insignia and the first to include combat troops from a number of different nations, all of which became standard practice for future UN peacekeeping forces.

Foi também o primeiro a usar o agora familiar e capacetes azuis da ONU insígnia e a primeira a incluir combater as tropas de um número de nações diferentes, o que se tornou prática normal para uma futura paz da ONU forças.

Norman Hillmer, a professor of international relations at Carleton University and author of a number of books on Pearson, acknowledged that the former Liberal prime minister did not invent peacekeeping, although he is often named as its creator.

Norman Hillmer, professor de relações internacionais na Universidade de Carleton e autor de vários livros sobre a Pearson, reconheceu que o ex-primeiro-ministro liberal, não inventar manutenção da paz, embora ele seja muitas vezes chamado como o seu criador.

"He made it happen in a sense," Dr. Hillmer said. "Ele fez isso aconteça em um sentido", disse o Dr. Hillmer. "He stage-managed the diplomacy that brought into being the first real peacekeeping force: UNEF.

"Ele fase-que dirigiu a diplomacia trazidos para ser a primeira verdadeira força: UNEF.

"He was our greatest diplomat and a brilliant diplomatic craftsman. You could call him the father of peacekeeping."

"Ele foi nosso maior diplomata e um brilhante diplomática artesão. Você poderia chamar-lhe o pai de manutenção da paz."

Dr. Hillmer said it was impossible to attribute the invention of peacekeeping to any one person.

Dr. Hillmer disse que era impossível atribuir a invenção da manutenção da paz a qualquer uma pessoa.

Yves Tremblay, a historian for the Department of National Defence, agrees the late Canadian general deserves more credit than he received.

Yves Tremblay, um historiador para o Departamento de Defesa Nacional, concorda o falecido canadense geral merece mais crédito do que ele recebeu.

"Burns was the real architect of what appeared on the ground," he said.

"Burns foi o verdadeiro arquiteto do que apareceram no terreno", disse ele.

"He got all the details done to get UNEF underway ... to organize that force -- and it was a first, no one had ever done anything like that before -- was a lot of work."

"Ele pegou todos os detalhes feito para obter UNEF curso ... para organizar essa força - e ele foi o primeiro, que ninguém nunca havia feito nada parecido antes - era um monte de trabalho."

Dr. Tremblay said Pearson "had the general idea of a UN police force. But the form it eventually took was Burns' work.

Dr. Tremblay disse Pearson "teve a idéia geral de uma força policial das Nações Unidas. Porém, a forma que foi finalmente tomou Burns de trabalho.

"The problem is that Burns received almost no credit."

"O problema é que Burns recebeu quase nenhum crédito."

He said the concept of some sort of UN force had been discussed by a number of people long before the 1956 crisis, including another Canadian general, Lieutenant General Charles Foulkes, in 1947.

Ele disse que o conceito de uma espécie de força da ONU tinha sido discutido por um número de pessoas muito antes da crise 1956, incluindo um outro canadense geral, o Tenente General Charles Foulkes, em 1947.

Dr. Maloney's book, subtitled Cold War by Other Means, also maintains that a "peacekeeping myth" sprang up soon after the first Canadian troops were sent to the Middle East, a popular perception that peacekeeping was a noble and humanitarian use for the military.

Dr. Maloney do livro, legendado Guerra Fria por outros meios, sustenta também que a "paz mito" nasceu-se logo após as primeiras tropas canadenses foram enviadas para o Médio Oriente, uma percepção popular que paz era um nobre e humanitária para o uso Militar.

However, Dr. Maloney says that in fact successive Canadian prime ministers used peacekeeping for hard-nosed political reasons.

No entanto, o Dr. Maloney diz que na verdade sucessivos primeiros-ministros canadenses utilizado paz para o hard-nosed razões políticas.

Peacekeepers were sent to Cyprus, for example, because the conflict between Greeks and Turks threatened the stability of the NATO alliance.

Paz foram enviadas ao Chipre, por exemplo, porque o conflito entre gregos e turcos ameaçava a estabilidade da aliança da OTAN.

++++ + + + +

Son defends Pearson's peacekeeping legacy

Filho defende Pearson de manutenção da paz da herança

General credited in new book was 'fleshing out a plan'

Outros creditado no novo livro foi "dar conteúdo a um plano '

Chris Wattie Chris Wattie - National Post National Post - Friday, July 12, 2002

Sexta-feira, 12 de julho de 2002

Ottawa Citizen Ottawa Citizen

Geoffrey Pearson, a retired diplomat, says his father, Lester B. Pearson, never claimed to have invented peacekeeping but played a "pivotal role" by introducing a resolution creating the UNEF at the United Nations.

Geoffrey Pearson, um diplomata aposentado, diz que seu pai, Lester B. Pearson, alegou nunca ter inventado paz, mas desempenhou um "papel fundamental", introduzindo uma resolução criando a UNEF no quadro das Nações Unidas.

Defenders of Lester B. Pearson, including the former prime minister's son, said yesterday that he deserves full credit as "the father of peacekeeping," despite a new book suggesting it was really invented by a little-known Canadian general.

Defensores de Lester B. Pearson, incluindo o ex-primeiro-ministro do filho, disse ontem que ele merece todo o crédito como "o pai da paz", apesar de um novo livro sugerindo que foi realmente inventado por um pouco conhecido canadense geral.

"Quite simply, Lester Pearson invented peacekeeping," said Alex Morrison, founder and former president of the Pearson Peacekeeping Centre, in Nova Scotia.

"Muito simplesmente, Lester Pearson inventou paz", disse Alex Morrison, fundador e ex-presidente da Pearson Peacekeeping Centre, em Nova Scotia.

"He pushed for it at the United Nations; with the Americans and the Brits ... he made it happen."

"Ele empurrados para ele no quadro das Nações Unidas, com os americanos e os britânicos ... ele fez isso aconteça."

Canadian military historian Dr. Sean Maloney maintains in a book to be released next week that Pearson got the lion's share of the praise for creating peacekeeping during the 1956 Suez crisis, but a Canadian general deserves most of the credit.

Historiador militar Canadense Dr. Sean Maloney mantém em um livro que será lançado na próxima semana que Pearson got a parte de leão do louvor para criar paz durante a crise do Suez 1956, mas um canadense geral merece mais do crédito.

Although Pearson, the Canadian minister of external affairs at the time, won the Nobel Peace Prize for his role in defusing the crisis, the book Canada and UN Peacekeeping claims that Lieutenant-General ELM "Tommy" Burns actually created the first force of blue-helmeted peacekeepers.

Embora Pearson, o ministro canadense dos assuntos externos, no momento, ganhou o Prémio Nobel da Paz por seu papel em resolver a crise, o livro Canadá e Manutenção da paz da ONU pedindo que o Tenente-General ELM "Tommy" Burns realmente criou a primeira força de azul - Helmeted paz.

Dr. Maloney, a professor at Royal Military College and a research fellow at Queen's University, says Burns did the bulk of the work in creating the United Nations Emergency Force (UNEF).

Dr. Maloney, um professor no Royal Military College e um bolseiro de investigação na Queen's University, diz Burns fez a maior parte do trabalho na criação da Força de Emergência das Nações Unidas (UNEF).

"It is clear that the credit for the creation of UNEF has been somewhat misplaced," the book reads.

"É claro que o crédito para a criação de UNEF foi um pouco deslocada", o livro lê.

However Mr. Morrison, who retired as head of the peacekeeping training centre last year, said that Burns, who died in 1985, was only fleshing out a plan instigated by Pearson.

Contudo Mr. Morrison, que aposentado como chefe do Centro de Formação de paz no ano passado, disse que Burns, que morreu em 1985, foi apenas dar conteúdo a um plano instigado por Pearson.

"It's true that Burns deserves a lot of praise," he said.

"É verdade que Burns merece uma série de elogios", disse ele.

"But it's not true that he did more than Pearson."

"Mas não é verdade que ele fez mais de Pearson."

Geoffrey Pearson, the son of the former Liberal prime minister, is a retired diplomat now living in Ottawa.

Geoffrey Pearson, filho do ex-primeiro-ministro liberal, é um diplomata aposentado agora vivem em Ottawa.

Mr. Pearson says his late father never claimed to have invented peacekeeping, but said he was nonetheless the key player in bringing the first full-fledged UN force into being.

O Sr. Pearson diz que seu pai nunca tarde alegou ter inventado manutenção da paz, mas disse que ele foi o principal jogador no entanto trazendo o primeiro full-corpo ONU estar em vigor.

"He played the pivotal role: he introduced the resolution in the United Nations that authorized the force," Mr. Pearson said yesterday.

"Ele desempenhou o papel fundamental: ele introduziu a resolução das Nações Unidas que autorizou a força", disse ontem o Sr. Pearson.

"He'd had the idea of a UN police force for years before that ... UNEF was an opportunity for him to do that: to send in a UN force as a deterrent to further fighting."

"Ele tinha tido a idéia de uma força policial das Nações Unidas para os anos antes que ... UNEF foi uma oportunidade para ele fazer isso: o envio de uma força da ONU como um elemento dissuasor para continuar a lutar".

Dr. Maloney's book, which is published by Hamilton-based Vanwell Publishing Ltd., says Burns got the first peacekeeping force off the ground.

Dr. Maloney do livro, que é publicado por Hamilton-baseado Vanwell Publishing Ltd., diz Burns, tornou-se a primeira força fora do terreno.

UNEF was created in response to a French and British invasion of the Suez Canal near the end of 1956.

UNEF foi criada em resposta a um francês e britânico invasão do canal do Suez perto do final de 1956.

The vital waterway had been seized by Egypt and was the object of continued fighting with the Israeli army.

A vital navegável haviam sido apreendidos pelo Egipto e foi objeto de combates prosseguiram com o exército israelita.

Dr. Maloney says Burns was the man who actually shaped UNEF and led it into the disputed canal zone.

Dr. Maloney diz Burns foi o homem que realmente moldada UNEF e levou-o para o canal zona contestada.

It was the first large-scale UN operation of its kind, and the first to wear the now familiar blue helmets and UN insignia.

Foi a primeira grande escala ONU operação desse tipo, bem como o primeiro a usar o agora familiar capacetes azuis das Nações Unidas e insígnias.

It was also the first to include combat troops from a number of different nations, all of which became standard practice for future peacekeeping missions.

Ela também foi a primeira a incluir combater as tropas de um número de nações diferentes, o que se tornou prática normal paz para as futuras missões.

Mr. Pearson said Burns was an excellent choice as commander of the force, but was essentially carrying out the Pearson plan in creating UNEF.

O Sr. Pearson disse Burns foi uma excelente escolha do comandante da força, mas foi essencialmente a realização do plano de Pearson na criação UNEF.

"Burns didn't authorize the force," he said.

"Burns não autorizam a força", disse ele.

"He deserves a lot of the credit ... but he was a soldier, not a diplomat."

"Ele merece uma grande parte do crédito ... mas ele era um soldado, não um diplomata."

Since his death in 1972, Pearson has become a near-saint for promoters of peacekeeping and the United Nations.

Desde sua morte em 1972, Pearson tornou-se uma quase-santo para os promotores de paz e as Nações Unidas.

The Department of Foreign Affairs main building in Ottawa is named after him, as is BC's Lester B. Pearson College of the Pacific, which emphasizes "the cause of international understanding."

O Ministério dos Negócios Estrangeiros edifício principal em Ottawa é nomeado depois dele, como é BC's Lester B. Pearson College do Pacífico, que salienta "a causa da compreensão internacional".

But Geoffrey Pearson, who retired from the diplomatic corps in 1985, says his father was a realist who would have had little time for the "soft power" advocates who often invoke his name.

Mas Geoffrey Pearson, que reformou a partir do corpo diplomático em 1985, diz que seu pai era um realista, que teria tido pouco tempo para o "soft power" advoga que muitas vezes invocam o seu nome.

"He wouldn't have agreed with the idea of soft power alone - he was a strong believer in deterrence,

" Mr. Pearson said. "Ele não teria acordado com a ideia de poder suave sozinho - ele era um grande crente na dissuasão", disse o Sr. Pearson.

 

de Theodoro da Silva Junior <theojr@terra.com.br>
data 17/04/2008 13:41
assunto ORIGENS DOS SOLDADOS DA PAZ
 
 

VOLTAR